Gelo Faz Diferença No Tratamento Da Ginecomastia?

18/03/2022

A ginecomastia é uma realidade para milhares de homens ao redor do mundo. Seja na adolescência ou até mesmo na fase adulta, a hipertrofia das mamas incomoda e prejudica não apenas a autoestima, mas também a saúde. Por ser uma doença extremamente comum e recorrente, muito se discute sobre tratamentos alternativos e cura caseira. 

Dentre as causas da ginecomastia, destacam-se o acúmulo de células de gordura na região da mama e, sobretudo, questões hormonais do corpo masculino. Com o tratamento correto, é possível, sim, se livrar de vez da ginecomastia, mas soluções caseiras nem sempre serão aliadas. Prova disso é uma pergunta recorrente nos consultórios de cirurgiões plásticos: o gelo faz diferença no tratamento da ginecomastia?

Sabendo que essa e outras perguntas são mais comuns do que parecem, trouxemos a resposta para as dúvidas que rondam a ginecomastia. Portanto, se você tem interesse em saber mais sobre o tratamento e causas da ginecomastia, acompanhe a leitura até o final. 

Gelo ajuda no tratamento da ginecomastia?

No Brasil e no mundo, o uso de gelo para diferentes cuidados é comum há séculos. Seja para desinchar uma região específica ou anestesiar feridas, o gelo permanece um grande aliado da população. Essa técnica foi reconhecida cientificamente e ganhou o nome de crioterapia, provando que podemos contar com o gelo para nosso bem-estar. 

Gelo faz diferença no tratamento da ginecomastia1

No caso da ginecomastia, o uso do gelo representa apenas redução nas possíveis dores das mamas. Além disso, ele pode auxiliar na redução do inchaço da região, evitando agravamento do caso. Em contrapartida, diferente do que muitos pensam, ele não faz parte do tratamento para ginecomastia.

O tratamento eficaz para a ginecomastia tem duas vertentes: a retirada por meio de cirurgia – em casos mais avançados – e o acompanhamento hormonal – em casos mais brandos. Portanto, se você busca soluções para a ginecomastia, o gelo pode ser um auxiliador paliativo, mas não eficaz no tratamento. 

O que causa a ginecomastia?

A ginecomastia possui duas causas principais, sendo a disfunção hormonal a mais comum delas. Isso acontece quando o corpo masculino não libera testosterona o suficiente para que as glândulas mamárias sejam minimizadas. Nesse sentido, é importante fazer um acompanhamento hormonal para diminuir a quantidade de estrogênio – responsável pelo crescimento das mamas – no organismo masculino. 

Um ponto que causa muitas dúvidas em homens é a diferença entre o acúmulo de células de gordura na região do peitoral e a ginecomastia. Essas questões surgem porque nos dois casos ocorre o aumento das mamas, porém a ginecomastia é uma questão hormonal. Quando o caso é acúmulo de gordura, trata-se da pseudoginecomastia.

A pseudoginecomastia não compartilha propriedades biológicas com a ginecomastia. O nome se deve apenas ao fato de que as pessoas tendem, em um primeiro momento, a confundir. Para saber o diagnóstico correto e mais preciso, procure um cirurgião especialista em ginecomastia. 

Conte com o Dr.Wendell Uguetto  

Agora que você sabe se o gelo faz diferença no tratamento da ginecomastia, está na hora de buscar o tratamento correto, certo? Para tratar de questões de saúde, estética e bem-estar, procure quem entende do assunto: o cirurgião Dr. Wendell Uguetto. 

Especialista no tratamento de ginecomastia há mais de 10 anos, o Dr. Wendell Uguetto é um dos mais respeitados cirurgiões plásticos do ramo, ganhador de vários prêmios, como o Quality de melhor cirurgião de 2011. Entre em contato com sua equipe e marque uma consulta. Recupere sua autoestima de forma profissional e segura.

0/5 Singular: (0 Análise)
Leia mais