O QUE É GINECOMASTIA?

A Ginecomastia é o desenvolvimento anormal de mamas em homens. Essa condição masculina é resultante do aumento do volume mamário que pode ser de componente glandular (glândula mamária), adiposo (gordura) ou misto. Quando há apenas o componente adiposo é chamada de lipomastia ou pseudoginecomastia. Neste exato momento, 30 a 40% dos todos os homens do planeta sofrem dessa enfermidade.

Essa condição costuma aparecer nos meninos adolescentes de 13 ou 14 anos, como consequência das alterações hormonais da puberdade. Nesses casos, as mamas crescem por períodos de três meses. Em alguns casos, a hipertrofia persiste até a vida adulta.

No entanto, quando este problema afeta a idade adulta, ele pode estar diretamente relacionado à queda nos níveis de testosterona no organismo.

Entretanto, a queda nos níveis de testosterona também podem ser como resultado de outras condições de saúde, como:

  • Doença hepática crônica;
  • Esteróides anabolizantes;
  • Falta de testosterona no organismo;
  • Tratamento hormonal para câncer de próstata;
  • Tratamento com radiação nos testículos;
  • Efeitos colaterais de algumas medicações;
  • Defeitos congênitos;
  • Hipertireoidismo;
  • Quimioterapia.

Como a Ginecomastia manifesta?

A ginecomastia aparece inicialmente com um nódulo endurecido abaixo da aréola de pequeno tamanho (de 0,5 cm a 2 cm), com crescimento gradual. Nesta fase, a dor costuma incomodar bastante, causando muito desconforto ao simples toque.

Passados cerca de 4 semanas, a sensação dolorosa tende a desaparecer, mas a mama continua a crescer ao longo de alguns meses. Depois há uma fase de estabilização da doença e a maioria regride espontaneamente em até 12 a 18 meses. Em menos de 5% dos casos a ginecomastia é persistente.

Entretanto, a ginecomastia é mais frequente nos homens mais gordos, pois o tecido gorduroso produz enzimas, dotados da propriedade de converter certos precursores da testosterona em estrógenos.

Entre em contato conosco

Como resolver o problema de Ginecomastia?

A ginecomastia é uma situação que incomoda muitos homens, principalmente na fase da adolescência. Essa saliência contida na região das mamas, não tem o aumento de peso como principal causa. No entanto, trata-se de uma enfermidade causada por desequilíbrios hormonais, fazendo com as glândulas mamárias aumentem de tamanho.

Sendo assim, a ginecomastia não é uma doença grave, porém, seu fator mais alarmante é a autoestima do homem, que pode ficar bem abalada. Nesse caso, é recomendado que este busque um tratamento o quanto antes. Afinal, o equilíbrio emocional influencia em seu convívio social, profissional e íntimo. Por isso, manter a autoestima elevada faz parte de uma vida saudável e digna de ser vivida.

Mitos sobre a Ginecomastia?

Como acontece com quase toda enfermidade, ainda mais as que se manifestam física e visualmente, a ginecomastia é cercada de exageros e inverdades que contribuem apenas para piorar o preconceito e o desconforto psicológico que quem a possua. Mesmo em tempos de informação instantânea graças à internet e a existência de profissionais de saúde dispostos a esclarecer virtualmente esse tipo de questão, em adição ao trabalho já realizado nos consultórios, algumas ideias pré-concebidas sobre o crescimento das mamas masculinas infelizmente continuam a se propagar, contribuindo de forma negativa para o transtorno causado pela mesma.

Dessa forma, direcionar o foco da verdade a esse tipo de afirmação apregoada tanto pela internet quanto nas conversas do dia a dia, é tão importante quanto o efetivo tratamento da ginecomastia em si.

Inverdades


Uma das mais conhecidas lendas sobre a enfermidade diz respeito ao aparecimento da mesma estar ligado ao câncer de mama masculino. Conforme dito anteriormente nos artigos publicados neste site, a ginecomastia não causa nenhum tipo de dano ao organismo que não em termos estéticos e consequentemente psicológicos. Por si só, o câncer de mama masculino é uma condição rara, com seu aparecimento estando totalmente desvinculado do crescimento das mamas conforme tratamos aqui. Em todo caso, o profissional a ser consultado para a detecção da ginecomastia fará um minucioso exame da região afetado para a constatação do crescimento da mesma, fazendo com que condições que não a esperada possam ser detectadas nesse procedimento.

Outra contradição sobre a enfermidade tem a ver com a possibilidade da ginecomastia poder ser eliminada através de exercícios físicos, como se o desenvolvimento da região tivesse unicamente a ver com acúmulo de gordura. Como já dito anteriormente, a condição tem primordialmente a ver com o crescimento da glândula mamária. O exercício pode fazer até mesmo que esse desenvolvimento fique mais notável, como acontece no caso de fisiculturistas – bem como pela ação de anabolizantes que possam interferir com os hormônios do corpo.

Um terceiro suposto fato a respeito da doença é de que a mesma seria causada unicamente por fatores genéticos. Conforme já explicado em textos anteriores de nosso site, diversos fatores podem ser os responsáveis pelo crescimento anormal das mamas dado o fato de que se trata de uma questão de desequilíbrio hormonal; assim sendo, substâncias como drogas, remédios e anabolizantes e até mesmo reações corporais ligadas diretamente à idade no qual o paciente se encontra podem ser a causa do problema.

Esclarecimento


Estes são apenas alguns dos mitos que circulam a respeito da ginecomastia, com diversas outras supostas afirmações – como uma ligação direta entre o crescimento da mama e a masturbação, por exemplo – tendo sido erroneamente aceitas como verdade por uma parcela considerável das pessoas. Independentemente de o quanto este tipo de superstição possa estar difundido em nossa sociedade, o mais correto a fazer para tirar todo tipo de dúvida a respeito dessa condição é justamente consultar um profissional adequado e especializado para este fim.

Esclarecimento


A ginecomastia é considerada uma fonte de muita insegurança para os adolescentes. Por isso, a cirurgia é um procedimento estético que traz excelentes resultados e é uma solução duradoura para essa condição. Além disso, ela permite que você recupere sua autoestima.

Se você ainda tem dúvidas sobre o procedimento, agende já sua consulta com o Dr. Wendell Uguetto!