Saiba tudo sobre a Ginecomastia Puberal

Tempo de leitura: 3 minutos

Dentre os graus de ginecomastia, o que apresenta a maior quantidade de casos entre os pacientes e tem acontecido com grande incidência nos dias atuais são os casos de ginecomastia puberal.

 

Falamos sobre este assuntos em posts anteriores em nosso Blog e estamos voltando no assunto para te apresentar tudo sobre essa doença que é mais normal do que imagina.

 

Cerca de 2 em cada 3 adolescentes a partir dos 14 anos tem o aumento das mamas e pode ocorrer nas duas mamas (mais comum) ou em uma das mamas.

 

A causa é a diferença de produção hormonal do indivíduo, causado pela puberdade. Há um aumento do estradiol (o hormônio feminino) de forma transitória em relação a testosterona (hormônio masculino), o que interfere no aumento do tecido mamário e na percepção de deformação da auto-imagem da própria pessoa.

 

Em média, a doença começa com 14 anos e vai até os 17 anos de idade, e são poucos os casos em que isso se estende para a juventude.

 

Porém, é preciso entender que a ginecomastia puberal pode apresentar consequências que podem afetar mais do que a parte estética, mas emocional e psicológica.

Ginecomastia Puberal e suas consequências

 

Quando o adolescente olha para a questão estética, ele percebe a deformação da imagem que tem de si e isso pode gerar diversas mudanças em si, como a perda de atratividade sexual no próprio indivíduo, o que afeta bastante a sua auto-percepção.

 

Quando a doença deixa de ser transitória, passando de dois anos em média de sintomas, a ginecomastia puberal acaba afetando a parte psicológica.

 

O adolescente se sente mais desmotivado, sem vontade de estar com as pessoas, sofre bullying porque acha que está acontecendo o acúmulo de gordura, aceita que é feio e que tem que conviver com isso, no que pode gerar casos de depressão e, em estados mais extremos, os casos de suicídio.

 

Na maioria dos casos, os sintomas da ginecomastia pode aparecer no estado genital II do adolescente, que é quando os hormônios aumentam consideravelmente e o corpo sofre alterações bem visíveis.

 

Neste período, o adolescente está experimentando os primeiros relacionamentos amorosos, o início da vida sexual e que pode, em muitas vezes, ter traumas que podem ser irreversíveis.

 

Por isso, é tão importante que a qualquer sintoma de aumento do tecido glandular e das glândulas mamárias, os pais procurem um especialista na área que faça o diagnóstico e o tratamento necessário.

 

Lembrando que o tratamento consiste no acompanhamento, sem a necessidade de exames laboratoriais, somente com o exame físico, do menino ao longo do tempo para verificar o processo de transição e a estabilização do crescimento do corpo e das suas mamas.

 

Caso permaneça, o tratamento será medicamentoso para regressão e, em casos necessários e encaminhados, terá uma intervenção cirúrgica para retirar a pele excedente e a fibrose.

Tratamento de Ginecomastia é com Dr. Wendell Uguetto

 

Para isso, você deve ter a ajuda de um profissional experiente, com altíssima qualidade no atendimento, infraestrutura de primeira linha e que tenha credibilidade para falar sobre Ginecomastia. Você encontra tudo isso e muito mais somente com o Dr. Wendell Uguetto.

 

Com um longo currículo, está pronto para lhe atender em seus consultórios com qualidade atenção às suas necessidades. Aproveite para agendar sua avaliação inicial e conheça as razões de sua credibilidade e sucesso.

 

Comentários do Facebook