Respondendo as perguntas mais frequentes sobre ginecomastia

Tempo de leitura: 6 minutos

Quando o assunto é imagem corporal e autoestima, é muito comum associar isso ao universo feminino, não é mesmo? No entanto, querer se sentir confiante com o seu corpo é algo muito comum também para os homens. Felizmente, esse assunto tem cada vez mais deixado de ser um tabu. Só que, como resultado, existem ainda muitas dúvidas sobre procedimentos masculinos, como é o caso das diversas perguntas frequentes sobre ginecomastia.

O excesso de tecido mamário em homens é chamado de ginecomastia, uma condição comum, mas desanimadora, o que muitas vezes os leva a considerar a realização do tratamento cirúrgico.

Contudo, é comum que alguns homens fiquem constrangidos com o aumento das mamas e, por esse motivo, tenham até mesmo a dificuldade de conversar com alguém sobre esse assunto. 

Justamente pensando nisso, neste artigo você vai conferir algumas perguntas e respostas importantes para que, assim, você possa se sentir mais confiante e preparado para agendar uma consulta com um cirurgião plástico. Portanto, continue a leitura!

Confira as respostas para as principais perguntas frequentes sobre ginecomastia

Saber as respostas a uma série de perguntas frequentes sobre ginecomastia significa estar por dentro dessa condição que pode ser bastante desconfortável, incômoda e, em alguns casos, até mesmo dolorosa para alguns homens. 

Portanto, confira a seguir algumas das perguntas mais frequentes sobre essa condição e as suas respectivas respostas:

O que é ginecomastia?

Ginecomastia é uma condição benigna caracterizada pelo aumento da mama masculina devido à proliferação do tecido glandular. Essa condição pode ser unilateral ou bilateral, simétrica ou assimétrica.

Embora possa causar desconforto nos pacientes, é mais comum do que se imagina, afetando pelo menos 30% da população mundial masculina.

Existem sintomas?

O principal sintoma, certamente, é justamente o aumento perceptível no tamanho das mamas. Contudo, alguns homens com ginecomastia também podem sentir sensibilidade ou dor nos mamilos e na área ao redor. 

Ainda que seja menos comum, em alguns casos ainda podem ocorrer irritação e até infecção devido ao excesso de tecido mamário e pele. Além disso, também pode haver secreção em uma ou ambas as mamas.

A ginecomastia pode ser prevenida?

Embora não haja uma maneira definitiva de prevenir a ginecomastia, é bastante recomendado algumas atitudes ao longo da vida, como evitar o consumo excessivo de álcool e o uso de esteróides e drogas ilegais. 

Também é importante conversar com o seu médico de confiança sobre qualquer medicamento conhecido por causar ginecomastia.

Qual a diferença entre ginecomastia e pseudoginecomastia?

A pseudoginecomastia é uma condição na qual a área da mama masculina apresenta excesso de tecido adiposo, isto é, gordura, que pode estar localizada atrás, ao redor e sob os mamilos.

Já na ginecomastia, a área do tórax masculino tem tecido mamário glandular masculino em excesso e, em alguns casos, há também excesso de tecido adiposo.

Qualquer que seja o caso, ambos, tanto a pseudoginecomastia quanto a ginecomastia, são problemas muito reais para alguns homens e podem causar problemas físicos e psicológicos.

Quais são as possibilidades de tratamento?

O método de tratamento para ginecomastia depende de diversos fatores. De forma geral, na adolescência o tratamento nem sempre é necessário. Isso porque o tamanho das mamas tende a desaparecer com o passar do tempo.

Mas para pacientes adultos, em casos leves, dieta e exercícios físicos podem ser o suficiente. Já casos um pouco mais graves, principalmente associados à dor, sofrimento psicológico ou constrangimento, o tratamento medicamentoso pode ser recomendado pelo seu médico.

Por outro lado, a cirurgia de ginecomastia é indicada para reduzir o tamanho das mamas no homem quando outros tratamentos não tiveram efeito e os sintomas se prolongam por mais de 2 anos.

Que tipo de anestesia é usada na cirurgia de ginecomastia?

Também é algo que depende de muitos fatores, porém as opções de anestesia disponíveis são a local associada a sedação com medicamentos, peridural acima do nível da cirurgia ou geral. É importante que as possibilidades sejam conversadas com o seu cirurgião plástico caso você tenha algum receio ou dúvida sobre qualquer uma delas.

A lipoaspiração é usada no tratamento da ginecomastia?

As cirurgias de ginecomastia podem ou não iniciar com lipoaspiração. Nos casos em que isso é feito, o objetivo é retirar o componente gorduroso e ter um melhor isolamento da glândula. 

Para casos de pseudoginecomastia ou quando a ginecomastia é causada principalmente pelo resultado de excesso de gordura e se tem pouco excesso de pele, a lipoaspiração tradicional ou a laser pode resolver. 

O que levar em consideração para escolher um cirurgião plástico?

Escolha um cirurgião plástico que seja cadastrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e que, é claro, já tenha tratado um grande número de homens com ginecomastia. A experiência com esse tipo de cirurgia plástica é muito importante.

Além disso, durante a consulta de avaliação, veja se o médico te passa confiança e responde a todas suas dúvidas.

Quanto tempo leva para ver os resultados?

A maioria dos homens vê uma melhora quase imediata no contorno do peito. No entanto, os resultados completos costumam levar de 4 a 6 meses. Inchaço, edemas e alguns hematomas são normais após a cirurgia, e o tempo de cicatrização depende de cada paciente.

Quando posso voltar a me exercitar? E para o trabalho?

Na maioria dos casos, os pacientes podem começar a realizar exercícios leves cerca de uma semana após a cirurgia. É importante, contudo, seguir as recomendações e orientações médicas, pois o tempo de recuperação antes de voltar para a academia ou recomeçar a prática esportiva pode ser diferente para cada caso.

Quanto ao trabalho, no geral, os homens podem voltar após 5 a 7 dias, a menos que tenham um serviço que exige bastante esforço físico. Nestes casos, poderão precisar de mais alguns dias de descanso.

Terei cicatrizes pós-operatórias?

A cicatriz é uma preocupação compreensível e você vai querer se preparar.  Afinal, no pós-operatório elas podem existir, dependendo do procedimento adotado pelo seu cirurgião. Novamente, isso depende da sua condição.

Mas, de forma geral, pode-se dizer que a cirurgia de ginecomastia gera cicatrizes minúsculas e pouco aparentes. Portanto, a cicatriz costuma ficar bastante disfarçada.

Agende uma consulta com o Dr. Wendell Uguetto!

Agora que você já sabe as respostas para algumas das perguntas frequentes sobre ginecomastia, ainda tem alguma dúvida sobre a condição, pseudoginecomastia ou uma de suas formas de tratamento? Agende agora mesmo uma consulta com o Dr. Wendell Uguetto, um cirurgião plástico que é especialista no assunto!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.

O que é Ginecomastia?
Causas da Ginecomastia
Graus da Ginecomastia
Tratamento para Ginecomastia
Cirurgia de Ginecomastia