Pseudoginecomastia não é ginecomastia: entenda

Tempo de leitura: 2 minutos

Qualquer aumento nas mamas masculinas perturba o paciente, seja ginecomastia ou outro problema. Porém, na hora de procurar tratamento, é muito importante saber as causas exatas do problema e sua definição. Muitas vezes confusos, os pacientes com pseudoginecomastia acreditam estar com ginecomastia e vice-versa.

Pseudoginecomastia e ginecomastia: problemas diferentes, tratamentos diferentes!

Com nome e aparência parecidas, a ginecomastia e pseudoginecomastia podem ser facilmente confundidas pelos pacientes. A diferença principal entre esses dois problemas é que a pseudoginecomastia não é ginecomastia propriamente dita, e sim muito parecida, não sendo considerada um problema de saúde. A ginecomastia por sua vez, é um sintoma de um problema de saúde que está acontecendo com os hormônios masculinos e femininos do paciente. Entenda mais sobre isso e procure ajuda:

Afinal, pseudoginecomastia é doença?

Mesmo que ocorra o aumento das mamas masculinas, casos de pseudoginecomastia nada mais são que acúmulo de gordura nas mamas masculinas. Dessa forma, as glândulas dessa área encontram-se saudáveis e sem problemas. No caso de pseudoginecomastia, a perda de peso já resolve a questão estética e o paciente não precisa se preocupar com os fatores hormonais.

Em casos onde a protuberância é elevada, pode ser necessária a cirurgia de lipoaspiração, onde uma pequena cânula de metal é inserida na região para sugar a gordura. É importante lembrar que se o paciente voltar a ganhar peso, a gordura poderá voltar a aparecer neste local.

Ginecomastia: devo me preocupar se eu tiver?

O paciente que tem o quadro de pseudoginecomastia descartado, deve procurar as respostas para seu caso. Geralmente, quando a pseudoginecomastia é descartada nos exames de imagem, a ginecomastia é descoberta.

Por sua vez, esse caso significa que o aumento das mamas no paciente tem causa hormonal por trás, que deve ser tratada. Entre as principais causas de ginecomastia pode se citar a puberdade (mudança abrupta dos hormônios), uso de anabolizantes (alta quantidade de testosterona causa efeito contrário no corpo), medicamentos, uso de drogas e alcoolismo. A ginecomastia tem tratamento via medicamentoso e cirúrgico, onde as glândulas avantajadas são retiradas.

Pseudoginecomastia e ginecomastia podem vir juntas

Não são raros os casos onde o mesmo paciente apresenta ambos problemas: acúmulo de gordura e aumento das glândulas. Nesses casos, existe cura e tratamento também. E se for caso de cirurgia, em um mesmo dia pode ser feita e lipoaspiração + cirurgia de ginecomastia.

Importante destacar que a cirurgia de ginecomastia impede que ocorra recidiva da ginecomastia, já que como as glândulas foram retiradas, nunca mais poderão crescer, porém, as causas hormonais devem ser tratadas por via medicamentosa, assim como o excesso de peso (se houver) deve ser tratado também. O paciente deve ser acompanhado durante todo o tratamento para ter direito às melhores informações e formas de tratamento, e ter sua ginecomastia e pseudoginecomastia curadas.

Conte com Dr. Wendell Uguetto

Com diversos anos de experiência em diagnosticar, acompanhar e tratar a ginecomastia, o Dr. Wendell possui toda a estrutura para te ajudar a se livrar da ginecomastia. Agende sua consulta!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.