Por que a cirurgia é um dos principais métodos de tratamento para ginecomastia?

Tempo de leitura: 3 minutos

Ginecomastia é o aumento anormal das mamas em homens. Embora seja uma doença considerada benigna, pode afetar profundamente a qualidade de vida e a autoestima dos pacientes, causando vergonha do próprio corpo, dores e sensibilidade na região. 

Muitos médicos indicam a realização de um procedimento cirúrgico para eliminar as glândulas mamárias e o excesso de gordura e pele. Mas, antes de entender por que a cirurgia é um dos principais métodos de tratamento para ginecomastia, é importante entender o que causa a doença.

O que causa a ginecomastia masculina

De modo geral, a ginecomastia em homens é consequência de um desequilíbrio hormonal caracterizado pela queda dos níveis de testosterona e aumento anormal dos níveis de estrogênio no organismo. As causas podem ser fisiológicas, idiopáticas ou patológicas.

Causas fisiológicas

A ginecomastia é classificada como fisiológica quando não há um fator causal responsável pelo crescimento excessivo das mamas. Ou seja, é o caso em que o próprio organismo sofre alterações que acabam contribuindo para o aumento das glândulas mamárias.

Causas idiopáticas

A maioria das ginecomastias não têm uma causa totalmente conhecida, sendo chamadas idiopáticas. Nesses casos, o aumento das mamas acontece por alterações em nível molecular que ainda não foram desvendadas pela medicina.

Causas patológicas

Por fim, a ginecomastia de causa patológica se desenvolve por um fator conhecido, como doenças sistêmicas de base, tumores e uso de medicamentos específicos ou drogas que provocam desequilíbrio hormonal, resultando no aumento das mamas.

Qual tratamento é indicado para ginecomastia?

O aumento das mamas em homens não é considerado um problema grave de saúde. No entanto, afeta a autoestima dos pacientes, especialmente durante a adolescência. Por esse motivo, muitas pessoas desejam entender o que ajuda a diminuir a ginecomastia.

A ginecomastia está associada com problemas hormonais. Desse modo, o tratamento pode ser medicamentoso, com o objetivo de regular os níveis hormonais. Além disso, existem pacientes com indicação cirúrgica para corrigir o quadro.

Tratamento medicamentoso

O tratamento medicamentoso da ginecomastia é indicado quando a hipertrofia mamária é dolorosa, incapacitante, não melhora com a utilização de analgésicos comuns e provoca constrangimentos psicossociais.

Basicamente, existem três classes de medicamentos indicados nesses casos: os andrógenos (testosterona, dihidrotestosterona, danazol), os inibidores de aromatase (anastrozole, letrozole) e os anti-estrogênicos (clomifeno, tamoxifeno, raloxifeno).

Tratamento cirúrgico

Se você está se perguntando como é feita a cirurgia de ginecomastia para retirada das glândulas mamárias, saiba que cuidados especiais devem ser tomados. Por exemplo, as incisões devem ser feitas em locais estratégicos para deixar as menores cicatrizes possível.

Caso também haja acúmulo de gordura na região, uma lipoaspiração pode ser feita em conjunto com a retirada das glândulas mamárias. O procedimento é feito com anestesia local e sedação, com duração aproximada de 1 hora e meia.

Vantagens da cirurgia como método de tratamento para ginecomastia

A cirurgia é um dos principais métodos de tratamento para ginecomastia e um dos procedimentos estéticos mais realizados por homens. Isso porque é uma forma definitiva de corrigir o aumento excessivo das mamas, evitando a reincidência do problema.

Por essa razão, a cirurgia é considerada o verdadeiro tratamento para ginecomastia. Em resumo, a correção cirúrgica da ginecomastia melhora mais do que uma questão estética, mas especialmente aumenta a qualidade de vida e a autoestima dos pacientes.

Marque uma consulta e tire suas dúvidas

A cirurgia de ginecomastia é um procedimento estético realizado por um cirurgião especializado em cirurgia plástica para homens. Caso ainda tenha dúvidas, agende uma consulta com o Dr. Wendell Uguetto.

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.

O que é Ginecomastia?
Causas da Ginecomastia
Graus da Ginecomastia
Tratamento para Ginecomastia
Cirurgia de Ginecomastia