Os graus da ginecomastia

14/04/2016

Assim como acontece com qualquer enfermidade, o aparecimento da ginecomastia se apresenta de forma diferenciada em cada pessoa. Mesmo com as variações que cada organismo e situações na qual ela ocorre, bem como tendo em vista as diferentes causas do problema, podemos enquadrar o tipo da manifestação em algumas categorias básicas, chamadas comumente de graus. A diferenciação entre as mesmas é determinante na forma de como proceder em relação ao aparecimento da ginecomastia.

Ginecomastia grau 1.

Ginecomastia grau 1.

A manifestação de cada grau é bem evidente em suas características. Conforme já explicado anteriormente em nosso site, o aparecimento de cada uma delas pode acontecer em vários períodos da vida do homem, bem como a correção devida de cada grau podendo ser realizada em todas essas fases, desde que as possibilidades de saúde do paciente – no caso das intervenções cirúrgicas – permitam que o procedimento possa ser realizado.

Diferenças

O primeiro patamar que pode ser manifestado, geralmente chamado de Grau I, é caracterizado por uma massa de tecido glandular mais concentrada, que aparece ao redor da aréola – a área de pele que está em volta dos mamilos. Esta é a manifestação mais discreta da ginecomastia, visto que não acontece aqui uma grande acumulação de pele ou gordura. Entretanto, o efeito causado pela enfermidade já pode ser tornar visualmente perceptível pelo indivíduo.

Existem 3 tipos de Ginecomastia

Existem 3 tipos de Ginecomastia

O chamado Grau II da ginecomastia vai apresentar uma quantidade maior de gordura acumulada, tornando a sua presença bem mais perceptível tanto para quem possui a enfermidade quanto para outras pessoas. A gordura que vai se acumular no tórax, ultrapassando a região da auréola, não possui uma delimitação específica e se apresenta de uma forma bem mais difusa do que o grau anterior.

Já o Grau III do aparecimento da ginecomastia vai ser caracterizado pelo excesso de pele que o aumento das mamas vai proporcionar, que eventualmente vai necessitar ser retirado através do procedimento adequado. A difusão aqui vai encontrar seu maior grau, fazendo até com que aconteça o “deslocamento” da aréola e do mamilo para abaixo de sua posição originária.  É a forma mais notável e visível da enfermidade, que geralmente acaba trazendo mais desconforto psicológico para quem a manifesta.

Tratamento

Independente do grau aparente da ginecomastia, o melhor a se fazer no caso do surgimento ou suspeita da mesma é procurar um profissional especializado. Isso garante não apenas um diagnóstico preciso como também faz com que você tenha acesso imediato às melhores linhas de ação para se curar dessa condição, seja através do uso de medicamentos ou então por intervenção cirúrgica. Suas dúvidas em relação à ginecomastia serão sanadas, bem como em breve você poderá estar livre dessa enfermidade através dos melhores procedimentos para seu caso.

A melhor solução é procurar um especialista.

A melhor solução é procurar um especialista.

Nos dias de hoje, em qualquer grau que se manifeste, a ginecomastia possui um tratamento rápido, eficiente e que vai ajudar a quem desenvolva essa enfermidade a superar logo os problemas estéticos e psicológicos advindos da mesma. Você merece estar novamente de bem com seu corpo e com você mesmo. Então, basta procurar a ajuda certa.

 

0/5 Singular: (0 Análise)
Leia mais