O que fazer para me livrar da ginecomastia para sempre?

Tempo de leitura: 3 minutos

A ginecomastia é um problema caracterizado pelo aumento das mamas masculinas, mas que possui cura. Inclusive, existe um método que garante que as glândulas mamárias não cresçam nunca mais, mesmo se o paciente voltar a ter problemas hormonais. Esse procedimento é a chamada cirurgia de ginecomastia, caracterizada por ser rápida, com recuperação sem segredos e cicatrizes tão pequenas que raramente são vistas.

Cirurgia para ginecomastia: entenda mais sobre

A ginecomastia é um problema comum que pode atingir homens de todas as idades ao redor do mundo. Engana-se quem pensa que apenas homens com sobrepeso ou obesidade apresentem esse problema, até porque a ginecomastia não é aumento de gordura e sim as glândulas mamárias avantajadas. Entenda sobre as formas de tratamentos dessa condição e se existe uma terapia definitiva. Confira!

Posso me livrar da ginecomastia para sempre?

Sim! De acordo com a medicina, existem dois tipos de tratamento para a ginecomastia: o medicamentoso que trata a causa do problema hormonal, com a intenção de estabilizar a testosterona e com isso a ginecomastia sumir, mas se caso um dia o homem passe por problemas hormonais novamente, a ginecomastia pode reaparecer.

E também existe a cirurgia, que é feita para extirpar as glândulas mamárias do paciente, evitando que elas possam crescer novamente, ou seja: de fato a ginecomastia do homem nunca mais irá voltar, mesmo que exista algum problema hormonal posteriormente.

A cirurgia de ginecomastia é sempre a melhor opção?

A decisão de optar pelo tratamento medicamentoso ou cirúrgico deve ser tomada a partir do conhecimento dos prós e contras de cada tipo de terapia, assim como o médico deve passar todas as informações para o paciente. Em grande parte dos casos, em comum acordo, paciente e médico conversam sobre o tratamento que será escolhido.

Não existe um tratamento melhor ou pior, até porque todos curam a ginecomastia. Deve ser levado em consideração diversas questões. Por questão estética, alguns pacientes acabam optando pela cirurgia, pois se o paciente também tiver lipomastia, ou seja, o acúmulo de gordura na região das mamas, ele poderá ter esse tecido removido, com a junção de lipoaspiração ao procedimento de remoção das glândulas mamárias.

Como essa cirurgia é feita?

Essa cirurgia se caracteriza por ser rápida. No paciente é feita uma pequena incisão na área areolar (uma pequena área circular em torno do mamilo) da qual a glândula logo abaixo da aréola é removida. Para remover a gordura, se houver, é feita uma incisão na prega axilar e, através de lipoaspiração na área do peito, toda a área é aspirada para reduzir esse tecido adiposo como um todo. Após o aparecimento de regularidade na pele

Pós operatório

As cicatrizes deixadas são praticamente imperceptíveis. Somente nos casos em que a mama cresceu excessivamente, os cortes serão maiores, assim como suas cicatrizes. Os pacientes são liberados para retorno ao trabalho no dia seguinte à cirurgia, tomando analgésicos simples e anti-inflamatórios por cerca de cinco dias. Após 30 dias, eles podem exercer livremente a atividade física e retornar às atividades diárias.

Conte com Dr. Wendell Uguetto

Com diversos anos de experiência em diagnosticar, acompanhar e tratar a ginecomastia, o Dr. Wendell possui toda a estrutura para te ajudar a se livrar da ginecomastia. Agende sua consulta!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.