O que é preciso saber sobre a ginecomastia transitória?

Tempo de leitura: 2 minutos

A ginecomastia é um problema que atinge homens de todas as idades e é causada pela desordem do hormônio testosterona com a progesterona, causando assim o aumento das glândulas mamárias. Porém, essa alteração pode ser causada por diversos fatores e um deles pode ser a puberdade. A ginecomastia transitória, também chamada de ginecomastia puberal, é um problema que pode acometer pré adolescentes no período da transição da infância para a fase adulta. Procurar ajuda e fazer o tratamento para ginecomastia nessa época é essencial.

Tratamento para ginecomastia transitória: o que é preciso saber?

Nem todos os garotos jovens irão sofrer com esse problema, que como o próprio nome indica, é momentâneo e geralmente dura alguns meses. Porém, quem passa pela ginecomastia transitória pode apresentar distanciamento social, ansiedade e apresentar até mesmo distúrbios de sono e de alimentação. Dessa forma, entender mais sobre esse tipo de ginecomastia e auxiliar o adolescente com essa desordem é mais do que essencial. Entenda mais e atente-se:

Entenda a causa da ginecomastia puberal

A razão é a diferença na produção hormonal do adolescente causada pela puberdade. Há um aumento temporário no nível de estradiol (hormônio feminino) em relação à testosterona (hormônio masculino), causando assim, um pequeno problema hormonal responsável pelo crescimento do tecido mamário. Infelizmente, a ginecomastia pode gerar problemas autoimagem do paciente. A doença começa em média aos 14 anos de idade, podendo acontecer em jovens de até 17 anos.

Como tratar a ginecomastia transitória?

A maioria dos adolescentes com ginecomastia transitória, especialmente em graus leves a moderados (grau 1 e 2), não necessita de tratamento, mas isso não significa que essa questão deve ser esquecida. O paciente precisa de acompanhamento do especialista, para certificar-se da  transitoriedade do processo, com regressão quase sempre completa em seis meses a um ano.

A explicação e orientação sobre a ginecomastia ajuda na compreensão, reduzindo a ansiedade do paciente, que muitas vezes se enxerga como anormal. O adolescente nessa fase precisa de muitos esclarecimentos e apoio emocional, e talvez seja necessário algum tipo de acompanhamento psicológico com um terapeuta, por exemplo.

Com o tempo, novas consultas devem ser marcadas para avaliar a evolução da ginecomastia, sempre levando em consideração o distúrbio de imagem que pode haver e as repercussões psicossociais do jovem. Se a ginecomastia puberal não apresentar melhoras no tempo estimado, o uso de medicamentos ou cirurgia podem ser necessários.

Agende uma consulta com Dr. Wendell Uguetto

Dr. Wendell possui toda a experiência necessária para fazer o correto tratamento e acompanhamento mensal e completo. Seu problema será retirado por completo!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.