Ginecomastia tem tratamento?

Tempo de leitura: 4 minutos

Ginecomastia em homens é mais comum do que se imagina. De acordo com estudos, duas causas podem estar relacionadas com esta má formação no peito dos homens, sendo elas: o acúmulo de gordura nas mamas, tendo como consequência, a partir do ganho de peso, sendo também chamado de lipomastia ou pseudoginecomastia.

Além dele, há como causa, aqui um pouco mais grave, o aumento da glândula mamária, chamado de ginecomastia.

Ginecomastia – Mama Masculina

Muitos destes casos podem ter ligações com desequilíbrios hormonais, muitas vezes causados por uso indevido ou errado de algum medicamento, como a espironolactona (usada no tratamento da hipertensão arterial) e os benzodiazepínicos (remédios psicoativos), problemas no fígado e na tireoide.

Drogas como maconha e heroína também podem causar o aumento mamário. Além de todos estes remédios e drogas, uma outra substância ilegal, o anabolizante pode estar relacionado a este problema.

Cirurgia de Ginecomastia - Mamas MasculinasDr. Wendell Uguetto
Existe tratamento cirúrgico para trazer sua autoestima de volta

Os famosos “peitinhos” em homens, esteticamente falando, deixa muitos deles em depressão e até mesmo com vergonha do seu corpo. Porém, a medicina avançou e há muitos anos já oferece a cirurgia de ginecomastia, como uma boa medida para levantar a sua autoestima e deixa-lo mais satisfeito consigo mesmo.

Vale ressaltar, que caso opte pela cirurgia, meninos mais novos, apenas podem fazer assim que completarem 18 anos.

Nem sempre a cirurgia é indicada

Engana-se, quem pensa que, qualquer pessoa que opte pela cirurgia de ginecomastia possa fazer. Como dito anteriormente, existem dois tipos de crescimento das mamas.

No caso, deste crescimento ser causado pelo ganho de peso, o usual é fazer uma lipoaspiração, porém se for ginecomastia mesmo, isto é, o crescimento da glândula mamária, aqui é necessário que se faça o processo cirúrgico, pois de acordo com os cirurgiões, para se ter o sucesso esperado, é necessário que se faça a remoção por completo dela, pois se sobrar alguma parte, ela poderá crescer e o problema retornar.

Riscos da cirurgia e pós-operatório

Como todo processo cirúrgico, a cirurgia de ginecomastia não é diferente. Pode ter alguma complicação ou reação alérgica no pós-operatório, como a formação de hematomas, equimoses, abertura da incisão, antes de cicatriz por completo, infecção, necrose da pele e cicatrizes inestéticas. Queloides, cicatrizes um pouco mais alargada, tortuosa e de certa forma esteticamente feio, podem acontecer, mas são raros.

 Pós-operatório - Cirurgia Ginecomastia - Dr. Wendell Uguetto
Pós-operatório não é muito complicado

O pós-operatório não é muito traumático, seguindo as recomendações medicas, a recuperação será rápida. O principal é ficar afastado de fazer esforços por 21 dias, quando deve começar a diminuir o inchaço e a roxidão e utilizar um colete elástico para melhorar a aderência da pele ao tórax.

O resultado final da cirurgia de ginecomastia é percebido a partir de seis meses a um ano, com a cicatrização definitiva, mas antes disso, por volta de dois meses já se chega aos 80% da recuperação da cirurgia e consequentemente a melhora da sua autoestima, além de estar feliz com o resultado e seu corpo.

Depois da cirurgia, a ginecomastia pode voltar?

Caso o paciente ganhe muito peso após meses da realização da cirurgia é capaz que ele possa apresentar algum distúrbio que propicie o aumento das mamas novamente. Os problemas hormonais e metabólicos, também podem colaborar para que a ginecomastia volte.

Dicas do Dr. Wendell Uguetto

Muitos pacientes chegam até a clínica com certo receio ou hesitação sobre o tratamento da Ginecomastia.
Costumo dizer que isso é resultado da falta de informação, principalmente pelo fato das pessoas buscarem informações em fontes que não são o médico cirurgião especialista.

Procure um médico o quanto antes 

O primeiro e mais importante passo para tratar essa condição é a consulta e o diagnóstico. Afinal, caso a patologia seja identificada de maneira prematura, será possível seguir com um tratamento medicamentoso, evitando assim, uma intervenção cirúrgica.

Entenda o assunto

No portal de nossa clínica, você vai encontrar informações em uma linguagem simples, para que possa compreender um pouco melhor o que é a Ginecomastia. Porém, quero reforçar que as informações contidas em meu site são meramente informativas e, de maneira alguma, substituem a consulta médica ou devem ser utilizadas para um autodiagnóstico.

Por isso, reitero que a consulta médica com um especialista é essencial para um diagnóstico correto, proporcionando a você o melhor tratamento para a cura da Ginecomastia. Agende a sua consulta! pelo Whatsapp

 

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.

O que é Ginecomastia?
Causas da Ginecomastia
Graus da Ginecomastia
Tratamento para Ginecomastia
Cirurgia de Ginecomastia