Ginecomastia: saúde ou estética?

Tempo de leitura: 2 minutos

A ginecomastia é uma anomalia nas glândulas mamárias masculinas que acarreta um significativo aumento das mamas, deixando-as com aspecto feminino, gerando desconforto, constrangimento e muito incômodo.

Apesar de parecer um problema estético por conta da deformação da mama masculina, a ginecomastia é questão de saúde. É considerada uma doença benigna, pois é um aumento do tecido na região das mamas, sendo um dos problemas mais comuns que atingem os homens, devendo ser tratada com cuidado, para que não hajam complicações mais severas.

Existem dois tipos: a ginecomastia normal, que é o aumento da mama decorrente de um aumento hormonal desordenado, e a pseudoginecomastia, causada pelo excesso de gordura no corpo masculino.

A ginecomastia pode ocorrer em todas as fases da vida. Em recém nascidos, ocorre pelo contato do bebê com os hormônios femininos da mãe. Em adolescentes, acontece devido ao aumento de testosterona no corpo, o que pode ocasionar o aumento de uma ou das duas mamas. E na fase adulta, a culpa é o excesso de peso, o uso de entorpecentes como a maconha e outras substâncias químicas, como os anabolizantes.

Uma forma fácil de identificar a diferença entre os dois tipos é palpar o tecido que está atrás da aréola (região em volta do mamilo). Se ele estiver duro e com densidade de massa, provavelmente é uma ginecomastia. Se for difuso e mole, é provável tratar-se de uma pseudoginecomastia.

Tratamentos da pseudoginecomastia

Existem exercícios físicos que ajudam a amenizar os aspectos da pseudoginecomastia. Porém, o objetivo é tentar diminuir o tecido adiposo acumulado na região das mamas e não ganhar massa muscular, o que pode piorar o aspecto da glândula mamária.

Dietas orientadas por especialistas também são essenciais no tratamento. Mais importante ainda é um diagnóstico completo e bem feito, realizado através de imagem e exames clínicos.

Em casos de procedimento cirúrgico neste caso, a recuperação é rápida. Em 3 ou 4 dias é possível trabalhar ou estudar normalmente. E em pouco menos de 30 dias, as atividades físicas já podem ser retomadas.

Tratamentos da ginecomastia normal

Nos casos onde o acúmulo de tecido na região das mamas é originado por algum distúrbio hormonal, o recomendado é realizar uma cirurgia plástica para reduzir o tamanho das mamas.

Por se tratar de um problema patológico, a ginecomastia deve ser tratada com um pouco mais de cuidado do que a pseudoginecomastia, já que o acúmulo de gordura nas mamas pode ser controlado através de uma dieta e exercícios físicos.

O importante é o paciente que identificar os sintomas do problema procurar por um especialista o quanto antes para que o tratamento seja o mais efetivo possível, evitando maiores problemas.

Entre em contato conosco e agende uma consulta, comprove a experiência e qualidade de nossos serviços para que você viva saudavelmente e com boa auto estima.

 

Comentários do Facebook