Ginecomastia: Cuidado com as dicas naturais

Tempo de leitura: 3 minutos

Dentro do assunto da Ginecomastia, sempre recomendamos muito cuidado com quem realizar o tratamento para solucionar o excesso de tecido glandular, o que causa o aumento das mamas nos homens.

 

Mas tem algo que, pessoalmente, me preocupa quando leio na internet: as tais “dicas naturais” para curar a Ginecomastia.

 

E, o que é mais preocupante, é que muitas pessoas seguem essas dicas e acreditam como se fossem totalmente verídicas, sem comprovar a veracidade das mesmas.

 

Como especialista na área, estou aqui para dizer que você deve tomar muito cuidado ao receber este tipo de conteúdo para Ginecomastia. Você vai entender as razões para esta afirmação.

 

Dicas naturais para evitar a Ginecomastia? Não!

 

Vou começar este tópico relembrando o conceito básico de Ginecomastia. A ginecomastia é a doença que trata do aumento de mamas masculinas, causada pelo desequilíbrio dos hormônios masculinos em relação aos hormônios femininos, que crescem durante a puberdade.

 

O que pode causar a Ginecomastia é o aumento das glândulas mamárias e um possível acúmulo de gordura em conjunto na região com o tempo e o diagnóstico não for realizado.

 

Lembrando que a ginecomastia pode ocorrer em uma ou nas duas mamas, o modo mais comum.

 

Geralmente, acontecem a partir dos 14 anos de idade, período em que o adolescente está sofrendo às transformações do corpo.

 

Para quem não conhece a doença e talvez nem tenha condições de fazer o diagnóstico, recorrer à internet para encontrar dicas para resolver o problema pode parecer o método mais fácil.

 

Afinal, pode parecer muito simples comprar ervas e remédios feitos à base de plantas naturais e creme com progesterona para reequilibrar a reposição hormonal do indivíduo.

 

Aparece a recomendação do uso de silimarina, um ativo para melhorar o fígado, como se fosse decorrente de problemas na região. E até a realização de supino inclinado, para reduzir a aparência do peito com excesso de tecido mamário.

 

Uma outra sugestão que recomendam é o uso de compressas de gelo, tudo para reduzir a dor e inchaço nas mamas. Mas aqui cabe dizer uma coisa muito importante: NÃO HÁ COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA!

 

Como deve ser tratada a Ginecomastia

 

Em primeiro lugar, existem pesquisas na área da medicina para o desenvolvimento de novas técnicas, remédios e métodos para evitar a Ginecomastia.

 

Em nenhuma destas pesquisas, foi comprovada o que o uso desse “remédios caseiros” tem eficácia na prevenção, nem na cura da doença.

 

Ao contrário, o efeito realizado nos tecidos mamários através dos métodos naturais é inexistente. Se você ver algum médico recomendando remédios naturais para solucionar o problema, desconfie muito.

 

Se caso não tiver registro no Conselho de Medicina e se passar como médico, denuncie ao Conselho do seu estado.

 

O tratamento que existe é o feito por via medicamentosa, com prescrição indicada pelo especialista e intervenção cirúrgica, quando os sintomas permanecem por mais de 18 meses.

 

Mas todo e qualquer tratamento deve ser feito com a recomendação de um médico que seja especialista na área, que possua uma infraestrutura completa para receber o paciente e atende com total discrição e cuidado.

 

Tratamento de Ginecomastia é com o Dr. Wendell Uguetto

 

Com o Dr. Wendell Uguetto, você vai receber todo o atendimento necessário para cuidar da Ginecomastia, através de um exame completo e detalhado, prescrição médica do tratamento e acompanhamento mensal e completo.

 

Se precisar de intervenção cirúrgica, o Dr. Wendell trabalha em um pré-operatório para que sua cirurgia seja feita com sucesso e você tenha o pós-operatório seguro e ágil. Faça já sua avaliação e saiba porque ele é referência no que faz.

Comentários do Facebook