Exercícios físicos para combater a ginecomastia

Tempo de leitura: 2 minutos

Homens com mamas maiores do que o normal sabem que isso representa um constrangimento e tanto. Essa condição é caracterizada por um aumento nas glândulas mamárias masculinas, não raro acompanhado por tecido gorduroso. Geralmente, os casos que ocorrem durante a adolescência tendem a desaparecer de forma espontânea, mas há circunstâncias em que a intervenção médica – seja ela medicamentosa ou cirúrgica – se faz necessária.

Independentemente do tipo de ginecomastia apresentado, a prática de exercícios físicos é sempre muito benéfica e ajuda a combater o problema. O acúmulo de gordura, além de alterar diretamente o volume mamário, também provoca algumas alterações hormonais que podem causar a ginecomastia. Por isso, confira alguns tipos de exercícios recomendados para quem está tentando combater o problema.

Exercícios aeróbicos

Os exercícios aeróbicos, também conhecidos como exercícios de resistência cardiovascular (ou apenas “cardio”) ajudam a manter (ou perder) peso a longo prazo. Eles não atuam diretamente sobre as mamas, mas sobre o corpo como um todo. O ideal é que esse tipo de exercício seja praticado com frequência diária. Caminhadas, corridas, natação, dança e ciclismo são alguns exemplos de exercícios do tipo.

Natação

A natação, em especial, é bastante benéfica pois, além de estar inclusa na categoria acima (exercício aeróbico), também trabalha diferentes grupos musculares, inclusive os braços, ombros, costas e peitoral, ajudando a melhorar o aspecto estético da região das mamas.

Aparelho elíptico

O aparelho elíptico também é muito utilizado nos casos de ginecomastia, pois os movimentos explorados ajudam a queimar gordura na região do peitoral. O ideal é que esse tipo de exercício seja feito várias vezes por semana.

Musculação

A musculação para reduzir o volume mamário deve ser realizada com muito cuidado, pois exercícios inapropriados podem até mesmo tornar o quadro mais evidente. Por isso, a dica é utilizar pesos menores, porém, com alta frequência. O pullover com halteres é muito recomendado para esta finalidade, assim como o supino com halteres no banco inclinado e a popular flexão inclinada.

Considerações

A prática de exercícios físicos é extremamente benéfica para qualquer pessoa, incluindo homens que possuem ginecomastia. É preciso ressaltar, porém, que há casos mais avançados que exigem tratamento médico. Os médicos especialistas identificam as causas do problema (que podem ser diversas) e enquanto essas causas não forem tratadas, de nada adiantará tratar os seus efeitos (as mamas em volume grande).

Os casos de ginecomastia em graus mais avançados podem nem mesmo ser resolvidos com medicação, exigindo a realização da cirurgia de remoção da glândula mamária – que também pode incluir a lipoaspiração.

Outro aspecto a ser ressaltado é que, durante a realização dos exercícios sugeridos, é preciso seguir uma dieta bem definida, rica em proteínas e pobre em gorduras e açúcares. Caso contrário, os efeitos dos exercícios físicos propostos não serão sentidos.

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.