Doenças podem causar ginecomastia?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ao buscar tratamento para a ginecomastia, o paciente conta seus sintomas para o médico compreender as causas do problema, que por sua vez irá investigar as causas da ginecomastia fazendo diversos exames de sangue e de imagem. A ginecomastia pode ter várias causas, desde as mais simples como a adolescência em si, como mais complexas como doenças pré existentes no paciente.

Como encontrar o tratamento para ginecomastia mais eficaz?

Antes de encontrar o tratamento para ginecomastia melhor para o paciente, o especialista precisa investigar a causa para receitar medicamentos ou a cirurgia. Sem investigar corretamente, a ginecomastia pode voltar, porque o importante é encontrar a causa do problema hormonal para impedir que o paciente tenha recidiva, assim como outras desordens em seu corpo. Uma das formas de investigar é procurar por doenças. Conheça algumas doenças que podem causar ginecomastia:

Problemas no fígado e cirrose

Pode parecer estranho ou incomum, mas doenças em um órgão tão importante como o fígado podem gerar sintomas como a ginecomastia, que parece ser distante e ter apenas causas hormonais. Pacientes com doença hepática podem ter ginecomastia, bem como pacientes com problemas relacionados ao álcool (o paciente é mais suscetível ao desenvolvimento dessa doença comórbida devido a fitoestrógenos do álcool e inibição direta da produção de testosterona pelo etanol no corpo). Sendo assim, uma cirrose por exemplo, pode causar ginecomastia e apenas quando controlada o paciente terá a ginecomastia regredida.

Tumores variados

Tumores em diversas regiões do corpo do paciente podem gerar a ginecomastia. Os tumores de células de Leydig, embora frequentemente benignos, podem gerar ginecomastia. Já os tumores adrenais podem secretar estrogênio e também podem ser responsáveis ​​pelo aumento das mamas masculinas.

Problemas na tireoide

A ginecomastia ocorre em 10 a 40% dos homens com hipertireoidismo, embora esse raramente seja o único sintoma dessa doença, que deve ser tratada antes de se iniciarem os tratamentos para a ginecomastia. Homens com hipertireoidismo apresentam sintomas diversos, que podem envolver até mesmo a queda de cabelos. A restauração do status eutireóideo resolve a ginecomastia dentro de um a dois meses.

Obesidade

Existe uma enzima no tecido adiposo (gordura) chamada aromatase. Responsável por transformar andrógenos em estrógenos. Na obesidade, por haver excesso de gordura, há também um excesso de aromatase, com a qual uma grande proporção de andrógenos é convertida, o que leva a um excesso relativo de estrogênio, o que leva à ginecomastia observada na obesidade.

Conte com Dr. Wendell Uguetto

Com diversos anos de experiência em diagnosticar, acompanhar e tratar a ginecomastia, o Dr. Wendell possui toda a estrutura para te ajudar a se livrar da ginecomastia. Agende sua consulta!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.