7 Problemas gerados pelo Excesso de Peso e Ansiedade

Tempo de leitura: 5 minutos

Algumas vezes, o aumento de peso pode estar ligado a ansiedade. Contudo, esse fator não é uma constante.

Vale lembrar que a ansiedade não é de todo mal. É normal ficarmos ansiosos, sofrermos por antecipação e ter urgência para acontecer as coisas. Isso é até ligado a responsabilidade da pessoa, que não consegue ignorar problemas não solucionados ou dar as costas as tarefas. Porém, existem casos que isso se torna patológico, causando diversos danos a saúde.

Desta forma, com a ansiedade, pode vir o aumento de peso. E, quando esse sentimento passa a causar mudanças drásticas no corpo, significa que está fora de controle. Pois, há uma liberação excessiva de cortisol, um hormônio que é liberado em situações de estresse, no qual, faz o organismo entrar em sistema de autodefesa, aumentando a fome por carboidratos e acumulando mais gordura.

Assim, as pessoas ansiosas passam a sofrer com diversos outros sintomas também associados ao aumento de peso. Confira alguns problemas gerados:

1. Autoestima

As mudanças no corpo sempre impactam na autoestima do indivíduo, seja para o lado bom ou ruim. Se, ao ganhar peso, a pessoa não estiver satisfeita, pode causar danos graves a autoestima. A pessoa passa a não se aceitar naquela situação, ficando mais ansiosa e ganhando mais peso. Os traumas psicológicos relacionados com a auto estima, muitas vezes precisam ser tratados com acompanhamento de um psicólogo e até medicamentos.

Nessa situação, a pessoa pode desenvolver distúrbios, como: depressão, anorexia, bulimia, doenças do pânico e outros problemas psicológicos ou até mesmo tentar o suicídio.

2. Dores de cabeça

A pessoa pode apresentar dores de cabeça inexplicáveis, que não se curam nem com remédios e nem com descanso. As dores são na região da testa, como se algo apertasse a cabeça ou fisgasse nas laterais. Por serem crônicas, alguns médicos dão tratamentos semelhantes ao da cefaleia.

3. Falta de disposição

Tanto a ansiedade, quanto o aumento de peso limitam os nossos movimentos. A ansiedade pode nos travar o raciocínio e nos impedir de agir em situações de muita pressão. Sendo assim, a pessoa tem falta de disposição, por estar em desgaste constante.

Com o aumento de peso, a causa é por haver gordura entre os tecidos, fazendo a pessoa cansar e transpirar mais rápido, assim, ela perde a vontade de se movimentar e sente-se mais limitada.

4. Dificuldades para perder peso

Um está ligado ao outro. A pessoa fica ansiosa, ganha peso, esse ganho faz a pessoa ficar mais ansiosa, ganhando mais peso e assim vai. Esse ciclo contínuo dificulta e muito para as pessoas que querem emagrecer.

A melhor maneira de resolver seria que, ao encontrar-se nessa situação, a pessoa procurasse aceitar o próprio corpo e a partir daí, procurar soluções saudáveis para controlar a ansiedade e perder peso também.

5. Insônia

Estudos afirmam que quanto mais tempo a pessoa fica acordada, mais tempo para buscar comida ela tem. Desta forma, a pessoa que tem dificuldades para dormir por conta da ansiedade, acaba usando esse tempo para “assaltar a geladeira”, ganhando mais peso.

A pessoa ansiosa não dorme, pois, tem urgência das coisas e sofre por antecipação, assim, como pensa nos momentos que estão a frente, não consegue se concentrar no momento atual, que é dormir. Outro fato é, o indivíduo que dorme pouco, tem mais fadiga, tendo menos energia para praticar atividade física e mais vontade de comer mais.

6. Problemas respiratórios

Quando a pessoa está ansiosa ela passa a perceber menos o seu corpo. Desta forma, ela pode até esquecer de respirar, por exemplo. Na maioria dos casos, a pessoa passa a respirar de forma errada, pois, seu corpo está em alto nível de estresse. Isso causa falta de ar, respiração acelerada e angústia.

E se, isso for aliado ao aumento de peso, a pessoa encontra mais dificuldade ainda, já que tem mais tecido adiposo, que dificultam o caminho do oxigênio pela corrente sanguínea. Além disso, devido ao nível elevado de gordura no corpo, a pessoa tem um esforço maior para respirar e menos resistência para praticar atividade física, o que poderia ajudar a controlar melhor a respiração.

7. Ginecomastia

A ginecomastia é uma enfermidade que causa o aumento excessivo das mamas nos homens. Algumas vezes a ginecomastia pode ser causada por desequilíbrios hormonais. Nesse casos, o excesso de hormônios liberados pela ansiedade e ganho de peso, podem ser desagradáveis ao homem, que ainda por cima, passa a desenvolver a ginecomastia.

Assim, a combinação desses três fatores pode causar danos a autoestima. Isso se torna um ciclo vicioso, de ansiedade, ginecomastia aumento de peso e queda na autoestima. A boa notícia, é que o tratamento para a ginecomastia é simples, que pode ser curada com medicamentos ou cirurgia e ajuda o homem a recuperar a satisfação com o corpo.

O mais indicado para evitar esses problemas é ter uma vida saudável, tanto pela alimentação equilibrada e prática de atividades físicas, quanto em manter a saúde mental, com pensamentos saudáveis, respeitar as horas de descanso e ter sempre um hobby para relaxar.

No caso de quem precisar lidar com problemas causados pela ansiedade e aumento de peso, o conselho é não hesitar em procurar um médico especializado no assunto. Sempre há alguém que pode te ajudar!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.