4 hábitos comuns nos adolescentes e que devem ser evitados

Tempo de leitura: 2 minutos

A fase da adolescência é marcada pelas experimentações e sensações de liberdade. Assim, os jovens se veem em um período perto de se tornarem adultos, fazendo com que se sintam capazes de tomarem suas próprias decisões. Contudo, por serem inexperientes e pouco maduros, nem todas as decisões são bem pensadas e corretas.

Desta forma, é importante que os jovens entendam as consequências de seus atos que podem causar problemas de saúde, psicológicos e dentre outras coisas.

Confira abaixo alguns atos comuns para os jovens, mas que não são nada recomendados:

Uso de esteroides e anabolizantes

Geralmente, por estar em uma fase que a vaidade está aflorando e a vontade de ter um corpo invejado é grande, alguns jovens optam por praticar musculação e adquirir músculos. A prática é positiva, por ser uma atividade física que faz bem para o desenvolvimento do corpo. Porém, em alguns casos, os jovens podem se sentir influenciados por amigos ou ídolos para usarem anabolizantes e esteroides que acelerem o crescimento dos músculos, assim, trazendo consequências negativas para o corpo, como problemas cardíacos e no fígado, inflamações nos músculos e ginecomastia.

Álcool e drogas ilícitas

Em um período que os jovens são cheios de disposição para ir a festas e baladas, faz com que eles sintam vontade de experimentar coisas que despertem sensações novas. Assim, quando em momentos de diversão, podem não prever as consequências de seus atos e fazerem uso de álcool e drogas não-legalizadas. Todas com substâncias que fazem mal a saúde, como também colocam a vida do jovem em risco.

Consumo de alimentos gordurosos

É comum que adolescentes sintam mais fome e vontade de comer alimentos com alto teor calórico e de gordura. Afinal, como o corpo está em desenvolvimento, com os hormônios a flor da pele e muita energia acumulada, eles sentem muito mais vontade de comer e em grande quantidade. Contudo, essa dieta repleta de excessos faz mal a saúde a longo e a curto prazo, causando problemas nada positivos para quem está no início da vida como colesterol alto, ginecomastia, problemas no coração, etc.

Dietas muito restritivas

Do contrário, uma dieta que limite muito a alimentação também pode causar problemas para os adolescentes. Muitos deles optam por essas dietas por estarem em uma fase repleta de complexidades, no qual, a insatisfação com o corpo é frequente, aliada a pressão dos colegas. Assim, o jovem acaba se privando de uma alimentação correta, podendo desenvolver doenças causadas pela falta de vitaminas, como anemia, fraqueza, resfriados e também ginecomastia.

Se o jovem adquire bons hábitos desde cedo, a sua saúde prolonga por muito mais tempo no decorrer da vida, minimizando também os problemas na velhice. Contudo, se houver qualquer problema ou anormalidade, mesmo que os hábitos sejam positivos, é necessário procurar um médico especialista.

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.