Ginecomastia causas medicamentosas

Entre em contato conosco

Com ação estrogênica

A administração de estrógenos ou de compostos com atividade estrogênica induzem a ginecomastia severa. Um exemplo típico é o desenvolvimento acentuado de mamas nos homens com carcinoma da próstata pós terapia hormonal para tratamento da doença. Nestes casos, a aplicação de radioterapia mamária preventiva foi bem sucedida em impedir o desenvolvimento da enfermidade.

Usar digitálicos (medicação usada na Insuficiência cardíaca) também induz no desenvolvimento da Ginecomastia pela atividade estrogênica do medicamento.

O clomifeno começou a ser usado recentemente para a infertilidade masculina, o seu uso assim como a descontinuação podem induzir ginecomastia por mecanismos incertos.

O abuso de drogas, na forma de heroína injetável, esteróides anabolizantes ou cannabis (marijuana) fumado pode induzir ginecomastia pela depressão androgénica que exercem. Apesar do mecanismo não ser bem claro, evidenciou-se que o tetrahidrocabinol (metabolito da marijuana) tem uma estrutura quase semelhante ao estradiol.

No caso dos anabolizantes, a testosterona contida em excesso em suas formulações é convertida em estrógenos pela ação da aromatase.

Inibição da ação ou síndrome de testosterona

A espironolactona (um diurético usado para tratar hipertensão) quando usada regularmente e em altas doses causa frequentemente Ginecomastia, pois interfere na produção da testosterona.

Alguns antibióticos como o Metronidazol, antifúngicos como o Cetoconazol e medicamentos para tratar a gastrite como a Cimetidina são causas potenciais de ginecomastia.

Aumento da Síntese de estrógenos pelos Testículos

A produção de estrógenos pelos testículos é induzida pelos hormônios gonadotropinas. Assim sendo, qualquer hormona gonadotrópica exerce um aumento da síntese de estrogeneos pelos testículos. Por exemplo, os tumores secretores de hCG, ou a própria hCG terapêutica.