Cirurgia de Ginecomastia Incisão Periareolar Circular

A cirurgia, em si pode ser associada à lipoaspiração para retirada do componente gordura mamária. Antes dela ser realizada, são feitas marcações com o paciente de pé, por onde se definem a posição correta da aréola e a quantidade de pele a ser retirada.

Entre em contato conosco

Procedimentos da Peri-Areolar Circular

Durante a cirurgia é feita uma incisão circular em torno da aréola, que pode ter seu tamanho reduzido, e outra incisão circular de diâmetro maior, concêntrico à primeira. A área entre estas duas incisões é desepidermizada, por uma incisão do tipo Webster. Ela é realizada a disseção para a retirada da glândula mamária. Após a cauterização dos vasos sanguíneos, um dreno de aspiração à vacuo será posicionado. O fechamento é feito unindo as duas incisões circulares, em torno da aréola.

Benefícios da Peri-Areolar Circular

Ela permite a redução do excesso de pele e do tamanho da aréola com uma cicatriz bastante reduzida e discreta que fica em torno da aréola, a qual pode ter seu posicionamento e simetria corrigidos.

Em quais casos aplica o método cirúrgico Peri-Areolar Circular?

A técnica periareolar circular é indicada para o tratamento de ginecomastias com classificação 2b de Simon, em que há excesso moderado de glândula mamária e de pele. Mas também pode ser realizada em ginecomastias grau 3 menores e com pouca ptose mamária ou quando o paciente não aceita cicatrizes maiores.

Pós-operatório da Peri-Areolar Circular

No pós-operatório é comum ficar um tipo de um franzido na cicatriz, que se acomoda ao longo dos meses subsequentes.