Tratamento da ginecomastia em diferentes idades

Tempo de leitura: 3 minutos

Entre as muitas dúvidas que cercam as pessoas que apresentam o crescimento anormal das mamas, uma das principais tem a ver com o momento certo de iniciar o tratamento da ginecomastia. Mais do que propriamente o estágio ou grau de desenvolvimento da enfermidade, o questionamento é referente sobretudo à idade certa na qual a intervenção médica deve ser feita.

Como essa condição afeta homens nas mais diferentes fases da vida, é normal que essa dúvida aconteça em todas as faixas etárias da adolescência em diante. Mas como infelizmente acontece em questões do tipo, graças a todo o tipo de desinformação que circula a respeito do crescimento anormal das mamas, é também comum que encontrar uma resposta satisfatória a respeito também seja um exercício de se driblar alguns mitos.

Em qualquer momento

De maneira geral, a melhor resposta para essa indagação é: a ginecomastia pode (e deve) ser tratada em qualquer ponto que um profissional adequado a detecte, independentemente da idade do indivíduo que a apresente. Como ela tem a ver com um desequilíbrio hormonal, que pode acontecer desde a adolescência até a terceira idade, não existe um momento determinado e restritivo para o tratamento ou cirurgia de correção – no caso desta última, basta apenas que a pessoa esteja apta em termos de saúde para o procedimento.

Em outras palavras, não existem conceitos como “cedo demais” ou “tarde demais” para o o tratamento da ginecomastia. Não importa o momento ou faixa etária em questão, é recomendando que a pessoa que a possua procure o tratamento para evitar os desconfortos estéticos e sociais provenientes da mesma. Grande parte dos mitos a esse respeito tem a ver justamente com o período da adolescência, quando a enfermidade pode surgir e naturalmente desaparecer por conta do turbilhão de hormônios que caracteriza essa fase.

Tratamento é a melhor escolha

Dado essa condição natural da adolescência, é comum que surjam inverdades dizendo que a ginecomastia é exclusiva dessa fase ou mesmo pode regredir em outras faixas etárias a exemplo do que acontece com os jovens. A questão aqui, na verdade, tem como denominador comum o fato do desequilíbrio hormonal; todas as condições do crescimento das mamas, bem como do melhor tratamento possível para ele, devem ser analisadas caso a caso pelo médico especializado. Como dito anteriormente neste site, a exemplo das crendices a respeito de como “curar” naturalmente a ginecomastia, afirmações sobre limites de idade no tratamento não fazem parte do conjunto de informações verificadas e aplicadas do que se sabe sobre a doença.

Por isso, não deixe que a sua faixa etária seja um empecilho em um tratamento tão simples e funcional quanto o que a moderna medicina pode proporcionar para o crescimento das mamas. Lembre-se, novamente: a palavra definitiva sobre o assunto deve ser dada por um profissional especializado. Não siga os populares “achismos” que tanto infestam questões relativas à saúde, tendo até mesmo resultados desagradáveis ou até mesmo fatais em outros tipos de condições. Seu bem-estar deve sempre estar nas mãos certas.

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.