Inchaço no Peito após Cirurgia de Ginecomastia é Normal?

                 

A ginecomastia é uma doença que pode ser causada pela exposição em excesso do organismo masculino aos hormônios femininos ou pela falta de testosterona no organismo. Em outros casos, como a da pseudoginecomastia, o aumento das glândulas mamárias se dá pelo aumento de tecido adiposo no local – resultado pelo acúmulo de gordura.

Seja por qual motivo for, a ginecomastia causa desconforto e insegurança em milhares de homens ao redor do mundo. Dessa forma, o tratamento cirúrgico se apresenta como uma boa opção para aqueles que desejam recuperar a autoestima e se livrar de uma vez por todas da ginecomastia.

Por se tratar de um processo cirúrgico, essa opção de tratamento é vista como um risco para muitos. A verdade é que ela consiste em um processo tranquilo, que pode ser feito até mesmo como uma lipoaspiração. Nesse sentido, uma pergunta muito frequente nos consultórios especializados é: o inchaço no peito após cirurgia de ginecomastia é normal?

Inchaço no peito após cirurgia de ginecomastia é normal

É normal ter inchaço no peito após a cirurgia de ginecomastia?

Se o caso do paciente for a pseudoginecomastia – causada pela excesso de tecido adiposo (gordura) -, a cirurgia é feita igualmente a uma lipoaspiração, apresentando um pós-cirúrgico de fácil recuperação e sem cicatrizes aparentes. Ainda que seja uma questão glandular, proveniente da ginecomastia “normal”,  a cirurgia de ginecomastia segue sendo um processo tranquilo e sem consequências estéticas.

A cirurgia é o mais recomendado tratamento para o desenvolvimento e eliminação da ginecomastia. Neste processo médico ocorre a retirada de todo o tecido da mama, causadora do volume na região. Ela é feita com anestesia local e dura entre 1 e 3 horas, e, normalmente, o paciente não precisa dormir no hospital.

O pós-cirúrgico é acompanhado pelo profissional especializado em ginecomastia. O paciente é liberado do hospital e toma analgésicos (se necessário) e anti-inflamatórios na primeira semana. Nesse sentido, o inchaço no peito é, sim, normal durante estes dias iniciais. Até o 30° dia não é recomendado exercício físico de qualquer natureza.

Se houver incômodo por parte do paciente operado, o inchaço inicial pode ser neutralizado com blusas mais leves ou gazes médicas. Após um mês de cirurgia o resultado final já é visível e o paciente já não terá ginecomastia. O ideal é, claro, a recuperação da autoestima do paciente e sua satisfação com a recuperação.

Quando devo fazer a cirurgia de ginecomastia?

A cirurgia de ginecomastia é o melhor e mais recomendado tratamento. Ainda assim, ela é feita, normalmente, em pacientes homens, adultos e que apresentam o grau 2 de ginecomastia: quando está mais avançada ou que o paciente tem mais urgência com os resultados.

Em casos de adolescentes, é necessária a aprovação e comprovação legal dos pais para a realização do processo. Lembramos que é uma cirurgia que afeta diretamente a autoestima e bem-estar de homens, independente de sua idade.

Inchaço no peito após cirurgia de ginecomastia? Tire suas duvidas com o Dr.Wendell

Se você realizou qualquer processo relacionado à ginecomastia e tem dúvida a respeito, chame a equipe do Dr.Wendell. Ele é um profissional da saúde especializado em ginecomastia há anos e está pronto para atender pacientes de diferentes idades e, sobretudo, recuperar sua autoestima. Entre em contato e saiba mais!

Leia mais