Ginecomastia na puberdade: o que fazer?

Tempo de leitura: 1 minuto

A puberdade é marcada por diversas mudanças físicas tantos para os garotos quanto para as garotas. No caso dos meninos, essas alterações envolvem crescimento de pelos em diversas partes do corpo, engrossamento da voz, surgimento de espinhas e amadurecimento mental.

Por conta de tantas mudanças, o corpo do rapaz pode apresentar desequilíbrios hormonais que ocasionam espinhas, mudanças repentinas na voz e ginecomastia.

Esta última é bastante comum entre os 13 e 17 anos, consistindo no crescimento excessivo das mamas e sendo causa de constrangimento para os garotos nessa idade, que estão iniciando a fase de socialização, de descobrir novas formas de contato físico e despertar sua sexualidade. Essa enfermidade é denominada ginecomastia puberal.

Ela também pode causar danos irreversíveis a autoestima, ser alvo de chacota entre os amigos, ocasionar o isolamento e falta de confiança em si mesmo, prejudicando a fase da adolescência, que é o período que o rapaz tem para desenvolver seu caráter e personalidade.

A ginecomastia some com quantos anos?

Geralmente, a ginecomastia tem grandes chances de regredir espontaneamente até os 17 anos, que é quando os hormônios começam a estabilizar.

Contudo, caso isso não ocorra, você pode ver a seguir como curar a ginecomastia na adolescência.

Tratamento para a ginecomastia puberal

O tratamento para a ginecomastia pode ser por meio de medicamentos ou cirurgia. Quando a enfermidade estiver num período inferior a 18 meses (ginecomastia grau 1), o tratamento mais indicado é o medicamentoso.

Agora, se a ginecomastia ultrapassa o período de 18 meses e não apresenta nenhum sinal de regressão, o paciente é encaminhado para o procedimento cirúrgico. Inclusive, essa alternativa também é indicada caso o rapaz apresente problemas graves de autoestima e não-aceitação da aparência.

Desta forma, para descobrir qual o tratamento mais indicado faça uma consulta com um médico especialista no assunto, que poderá acompanhar criteriosamente o seu caso e lhe auxiliar no resgaste de sua autoestima.

O Dr. Wendell pode lhe dar maiores detalhes sobre o tratamento da ginecomastia. Agende uma consulta e descubra como podemos ajudar você!

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.