Como saber que tipo de Ginecomastia você tem?

Tempo de leitura: 3 minutos

Quando se trata de determinar que grau de ginecomastia você tem, é importante saber que existem muitas técnicas para descobrir qual caso é o seu. Com ginecomastia, as glândulas que estão na zona do peito ficam maiores, mas existem muitos outros aspectos a considerar para saber qual o tipo de ginecomastia que lhe aflige. Veja:

Consulte sempre um profissional de ginecomastia

Quando você vai a um médico para a sua ginecomastia, este será capaz de determinar exatamente que tipo de ginecomastia possui.

Primeiro de tudo, para todos vocês que não sabem o que ginecomastia é, ela se refere diretamente as mamas masculinas, e nunca sobre outra parte do corpo e tampouco na mulher.

3 tipos de ginecomastia

Tipo florido: é a forma ativa da ginecomastia, há intensa atividade de proliferação dos tecidos mamários. Tem curta duração, geralmente inferior a quatro meses.

Tipo fibroso: é a forma inativa da ginecomastia, as alterações do tecido mamário já se estabilizaram, com presença de fibrose. Mais comum após um ano de duração.

Tipo intermediário: é uma forma mista de ginecomastia, com áreas floridas e áreas fibróticas. Encontrado entre 5 e 12 meses de duração.

O que fazer?

O primeiro tipo de ginecomastia pode ser muito óbvio aos olhares dos médicos, tão óbvios que eles podem confundir com obesidade antes de testarem quaisquer outras categorias.

Se olhar para a área do peito e os mamilos são desproporcionais e ampliados, mesmo depois de verificar que possui peso extra em outras regiões do corpo, então você provavelmente precisará lidar com a segunda categoria de mamas masculinas. Se você está lidando com a segunda condição, então você deve ter certeza de conseguir fazer uma massagem adequada direto sobre o seu peito.

Além disso, fazer “aperto de ferro” vai ajudar a reduzir o problema ao longo do tempo. Sim, os mamilos não simétricos, e fazer pressão neles pode ser um pouco difícil, mas no devido tempo, você começará a se livrar deles.

Se você tem mamas que são assimétricas significativamente, então isso pode ser um problema sério, sendo necessário falar com um médico sobre o assunto. E recomendamos que faça isso imediatamente. Isso porque essa situação indica que você tem algo que é muito mais grave do que ter desequilíbrio hormonal e tecido adiposo. Se tem dores na área quando faz massagem, a mesma coisa, consulte o médico.

Sabemos o quanto isso pode ser embaraçoso, mas é melhor estar seguro do que se arrepender.

Quando há dúvida de qual o tipo de ginecomastia que você tem, o médico irá pedir um raio-X ou uma mamografia. O raio-X, ou a mamografia, irá revelar diversas informações sobre sua condição, essenciais para a tomada de decisão do médico especialista.

Talvez o médico indique o uso de medicamentos por um período de tempo. Entre as drogas recomendadas normalmente está a testosterona e esteroides. Neste último caso, esteroides só são receitados se você estiver sofrendo da terceira categoria de ginecomastia.

Opções cirúrgicas

O recurso final são as cirurgias plásticas. Somente a análise mencionada acima indicará se o seu caso necessita de cirurgia ou não.

As opções cirúrgicas são:

– Lipoaspiração simples;

– Lipoaspiração com remoção da glândula;

– Lipoaspiração, remoção da glândula e retirada de pele.

A ginecomastia deixará de existir depois destes procedimentos, restando apenas o período de recuperação pós-operatório.

Comentários do Facebook
Dr Wendell Uguetto

Formado pela faculdade de medicina da Universidade de São Paulo(USP), o Dr. Wendell Uguetto concluiu o serviço de residência médica em cirurgia geral e cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da USP, Sua busca por aprimoramento resultou no prêmio Quality de Cirurgião Plástico de 2011. Hoje, Uguetto atende em dois consultórios e é membro da equipe de retaguarda de cirurgia plástica e crânio-maxilo-facial do Hospital Albert Einstein. Além de várias cirurgias plásticas, ele é especialista no Tratamento para Ginecomastia e na cirurgia de Ginecomastia.